Jornalismo explicativo: como e por quê?

Estamos vendo em resenhas anteriores como o jornalismo tem se tornado cada dia mais digital. Como as mídias tradicionais têm deixado de ser o referencial e perdendo o espaço em meio ao público, tornando-se cada vez mais mutável e flexível.

Com base no texto de Mario Cavalcanti no site jornalistasdaweb. É possível observar novas tendências do jornalismo, dentre elas: o jornalismo explicativo, onde se é explicado às notícias que circulam nos jornais. É importante ressaltar que esse tipo de jornalismo foi criado para o melhor entendimento do leitor/público. Onde, a intenção é tornar o indivíduo que se questiona participante ativo.

Em um mundo onde obter informações é simples e fácil, tendo em vista que alguns casos a informação é abundante demais, os leitores esperam entender completamente as notícias do dia-a-dia assim que acontecem, eles não esperam pela opinião dos meios midiáticos e sim querem que todos os fatos sejam apontados de uma forma perceptível a eles.

Essa tendência vem ganhando muito espaço e credibilidade dentro da internet. Em 2008 foi criado um blog de análises de dados e de pesquisar de opinião sobre política, esportes e economia, pelo jornalista e estatístico americano Nate Silver, o blog foi chamado de FiveThirtyEigth. Logo, em 2010, o tradicional The Guardian criou o site de dados DataBlog. A partir disso surgiram diversos outros sites com a mesma ferramenta e intuito, como por exemplo, o também tradicional Washington Post que traz em sua plataforma uma grande oferta de gráficos explicativos, e o Vox.com da Vox Media.

Visando ajudar o público questionador e dar a eles o melhor entendimento, o jornal The New York Times agora mantém um canal digital intitulado The Upshot. Tendo a intenção de oferecer uma combinação de jornalismo de dados e reportagens didáticas, tudo em uma linguagem clara de fácil entendimento. Comandado pelo Editor David Leonhardt, que afirma que o objetivo principal do The Upshot é ajudar as pessoas entenderem notícias e temas complexos. Com isso, eles buscam que o leitor crie o hábito de analisar e interagir. Apostam na inovação para facilmente decodificar temas complexos. Saindo do famoso contexto quem, o quê, quando e onde passando a abordar o como e por quê?

Deste modo é plausível afirmar que simplificar e combinar são cada vez mais as palavras de ordem no jornalismo atual. Entramos numa lógica de jornalismo explicativo que advém das possibilidades que a internet acarreta. A disseminação de dados digitais criou novas oportunidades para o jornalismo, se antigamente os relatórios de dados eram uma ferramenta utilizada habitualmente pelos jornalistas, atualmente com a internet o acesso a dados e informações está ao alcance de todos.

Devemos levar em conta também o aumento relativo dos profissionais dessa nova era de tendências de “novo jornalismo”, onde há uma grande procura de profissionais de diversas áreas, como jornalistas, editores, repórteres, especialistas em análise de dado, designers entre outros. Pessoas capazes de fornecer informações coerentes, para que o público se torne consciente e formando assim opiniões.

Tudo indica que a nova tendência veio para ficar. E como podemos perceber, todos os projetos citados tem em comum o propósito de tentar explicar para o público, seja a partir de análises, gráficos, e diversos outros recursos, diversos temas e notícias, o jornalismo explicativo, que busca não apenas apresentar uma notícia de forma didática, mas sim em muitos casos, se aprofundar nelas.

graficos-e-dados-no-excel-20111108155731

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s